segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Ten Seconds Before Sunset




Não gosto lá muito de pores de sol, prefiro mil vezes os nascer, sejam os 10 segundos após, sejam todas as horas após.

Mesmo gostando muito mais do nascer do sol, foram muito poucas as vezes na minha vida as que assisti ao despontar do dia, porque odeio acordar antes das 08:30 da manhã. A não ser que vá para alguma poolparty para uma day party ou directamente da minha cama para um after. Está bem pronto, lembro-me de um nascer de dia mágico em Marraquexe, outro enfiado na água (fria, brrr!!) de uma piscina no Alentejo e outro despontar do sol no Indico na Ilha de Moçambique, mas para cada um destes, tenho pelo menos quatro igualmente mágicos a dançar, que é a melhor forma de começar os dias do mês de Agosto.





Infelizmente esta onda neo-conservadora que assolou toda a Europa, ameaça acabar de todo com o prazer de começar o dia a dançar. Ibiza morreu com os novos horários dos clubes e a proibição das poolparties, e os after estão cada vez mais ameaçados um pouco por todas as outras cidades.

Claro que Lisboa em nada disto é afectada, porque Lisboa é a única cidade da Europa onde estupidamente a noite só começa a partir das 04:00 da manhã. Se em Lisboa houvesse algum local minimamente interessante onde ir, ainda se poderia colocar a hipótese de acordar às 3 e ir directamente para o clube (clube? qual clube? Em Lisboa?) com a esperança de lá pelas 07:00 acabarmos a dançar num terraço ao nascer do sol. Assim resta-nos ficar em casa a ouvir , de preferência bem acompanhado, o remix do Tiësto “Ten Seconds Before Sunrise”.

O que todos os por de sol têm de mais mais fodido é que são sempre como que um reminder que o verão vai acabar.

2 comentários:

Introspective disse...

Um dos meus possíveis planos de viagem para julho de 2010 inclui uma parada para conhecer Lisboa. Eu até ia perguntar se você não poderia me ciceronear em alguns momentos. Sei pouco sobre a cidade e menos ainda sobre a noite lisboeta. Mas fala-se tanto que a cidade é moderninha e tal que eu esperava, no mínimo, um clube decente com boa música eletrônica e uns tugas simpáticos...

poor guy fashion victim disse...

Resposta no seu blog