segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Se me mostram mais rapazinhos magricelas, esquálidos e de olhar parado no vazio, corro para a casa de banho mais perto e VOMITO!

Poderia estar a escrever sobre as colecções fall winter 2011 que gostei, mas já não aguento ver mais gajos imberbes em forma de espeto.

Acabaram-se por este ano os posts sobre os trapos para a porra de um inverno que ainda há-de vir.

Bem, se me voltar a pachorra, voltarei ainda antes do verão ao tema, mas vou já avisando, que na escolha das fotografias, o outfit será completamente secundário. Ou seja, o critério será: gajo comestível.

Agora já só quero é que chegue o verão, os shorts e as T. shirts.

Nota Final 1: A peça que me parece que vai ser essencial para o próximo inverno, é um kilt ou uma saia vestida por cima de umas calças.

Notal Final 2: Riccardo Tisci para a Givenchy é sempre uma boa surpresa.

Nota Final 3: Prada ainda continua a influenciar muito bons designers, duas colecções antes.

Nota Final 4: as colecções apresentadas em Milano diferem radicalmente das apresentadas em Paris e o fosso é a cada ano maior.

Nota Final 5: kris Van Assche parece que nunca mais encontra o raio do sapato de cinderela Dior que perdeu à saída do baile.

Nota Final 6: Dirk Bikkembergs mostra quase sempte óptimas peças vestíveis e ... vestidas por real men. Será que se eu pedir ao gajo para continuar a usar real men, mas que saibam abanar as mãos melhor que os jogadores de futebol é pedir demais?

Nota Final 7: Se as colecções (masculinas, falo sempre das masculinas) apresentadas em Milano superam em quase tudo e em larga escala as apresentadas em Paris, porque raio é que é mais fácil encontrar água no deserto que um negro a desfilar em Itália?????

E pronto fiquem com Riccardo Tisci para a Givenchy.













Fotos via www.menstyle.it